Lavande (em francês tudo soa trés chic)

Assim como as suculentas podem ser utilizadas para inúmeras finalidades, a lavanda divide o posto de “mil e uma utilidades” do universo floral. As lavandas são utilizadas em jardins, cosméticos, na culinária e na decoração (lavanda seca ou natural).

As lavandas são plantas do gênero Lavandula e as espécies mais comuns utilizadas na ornamentação são a Lavandula angustifolia e a lavanda inglesa. As lavandas são encontradas nas Ilhas Canárias, no norte e oeste da África, sul da Europa e no Mediterrâneo, além da Índia e Arábia. No Brasil, a lavanda é muito comum em jardins em localidades com climas quentes e sol abundante. No sul do país, mais especificamente nos arredores de Gramado, foi inaugurado um jardim de lavanda. A produção da flor não é o ponto alto, mas o local é lindo, e os produtos importados com lavanda são um verdadeiro sonho de consumo.

Para os interessados em adentrar o universo perfumado e versátil dessa flor (que além de tudo é lilás, minha cor preferida) pode percorrer a rota da lavanda na França: Vercors – Diois, Drôme Provençale – Haut-Vaucluse, Ventoux – Luberon, Luberon – Lure, Préalpes  Provençales, Haute Provence – Verdon, concluindo a viagem no Musée de la Lavande.

A lavanda está gradativamente ganhando espaço na decoração de festas de aniversários e casamentos, no entanto, tive poucas oportunidades de explorar o uso deste “ouro lilás”. Assim como os ramos de algodão, absolutamente lindos e tão comuns em festas nos Estados Unidos, por aqui ainda são vistos com certo desdém. Quem sabe com a influência ‘pinterestiana’ os próximos eventos serão regados a pompons brancos!

 

 

 

Please reload

  • Facebook Clean
  • Twitter Clean
  • Instagram Clean
  • YouTube Clean
  • RSS Clean
Desenvolvido por
Mariana Menezes Design Floral &  Ufa!Design